Qual linguagem de programação aprender? Guia completo para iniciantes

Avatar de Renata Lopes Renata Lopes
17 minutos de leitura 2 meses atrás

A demanda por profissionais de tecnologia, incluindo programadores, continua crescendo em ritmo acelerado. Dominar a programação pode abrir portas para uma variedade de oportunidades de carreira lucrativas em diversas indústrias, desde desenvolvimento de software até análise de dados e inteligência artificial. Afinal, em um mercado tão vasto, a questão fundamental é: qual linguagem de programação aprender?

A programação capacita as pessoas a criar, inovar e resolver problemas de maneiras criativas e eficazes, tornando-se uma habilidade valiosa e gratificante para se dominar. Mas, com tantas opções disponíveis de linguagem de programação, pode ser difícil para um iniciante decidir por onde começar.

Por isso, criamos este guia completo para ajudar iniciantes a conseguirem escolher a linguagem de programação ideal para aprender. Este artigo fornecerá uma visão geral das linguagens de programação mais populares, seus usos e benefícios, ajudando os leitores a tomar uma decisão informada.

Principais linguagens de programação: uma visão geral

As linguagens de programação desempenham um papel fundamental na criação de software e na implementação de soluções tecnológicas em uma variedade de contextos.

Aqui está uma visão geral de algumas das principais linguagens de programação e seus usos:

1. Python

Logo da linguagem de programação Python

Python é uma linguagem de programação de alto nível conhecida por sua sintaxe limpa e legibilidade. Criada por Guido van Rossum e lançada em 1991, é uma das linguagens mais populares e amplamente usadas no mundo, especialmente em desenvolvimento web, análise e ciência de dados, automação de tarefas e inteligência artificial.

Pontos fortes:

  • Sintaxe limpa e legível, por isso facilita a escrita, manutenção e colaboração em projetos de software;
  • Vasta variedade de bibliotecas e frameworks, o que permite aos desenvolvedores aproveitarem soluções existentes e acelerarem o desenvolvimento de seus projetos;
  • Facilidade de aprendizado e uso, sendo uma das linguagens preferidas dos que estão aprendendo a programar, de acordo com o Developer Survey 2023.
  • É uma linguagem multiplataforma, ou seja, podemos executar os programas em Python em diferentes sistemas operacionais, como Windows, macOS, Linux, Android e iOS, sem a necessidade de modificação significativa do código-fonte.

Pontos fracos:

  • Desempenho relativamente mais baixo em comparação com linguagens de baixo nível, como C ou C++.

Usos:

2. JavaScript

Logo JavaScript

JavaScript é uma linguagem de programação de alto nível, interpretada e multi-paradigma. Desenvolvida pela Netscape em 1995, inicialmente seu objetivo era criar interatividade em páginas da web. Contudo, JavaScript evoluiu para se tornar uma das linguagens mais importantes para o desenvolvimento web front-end e back-end.

Pontos fortes:

  • É suportado por todos os principais navegadores web, tornando-o uma escolha ideal para desenvolvimento web front-end.
  • É uma linguagem versátil que permite a criação de aplicativos web altamente interativos e dinâmicos.
  • Possui uma ampla gama de frameworks e bibliotecas que simplificam o desenvolvimento web e fornecem funcionalidades adicionais.

Pontos fracos:

  • Embora JavaScript seja amplamente suportado, ainda pode haver diferenças de implementação entre os diferentes navegadores web, o que pode levar a comportamentos inconsistentes em diferentes ambientes de execução.
  • A grande gama de frameworks disponíveis para desenvolvimento web pode ser confuso para iniciantes em programação.

Usos:

  • JavaScript é a linguagem principal para desenvolvimento front-end devido à sua capacidade de interação com o usuário em navegadores web. Angular, React, Node, Vue.js e Next.js são algumas das bibliotecas mais utilizadas.
  • Possui bibliotecas e frameworks para diferentes objetivos dentro do ecossistema web. A biblioteca D3, por exemplo, é usada para visualização de dados. Já as bibliotecas Phaser e Three.js permitem a criação de jogos web e até mesmo mobile.

3. Java 

Logo Java

Java é uma linguagem de programação de propósito geral conhecida por sua portabilidade, robustez e segurança. Desenvolvida pela Sun Microsystems (adquirida pela Oracle Corporation em 2010), Java foi lançada em 1995.

Pontos fortes:

  • Os programas escritos em Java podem ser executados em qualquer plataforma que tenha uma máquina virtual Java (JVM) instalada.
  • Possui um vasto ecossistema de ferramentas de desenvolvimento, bibliotecas e frameworks que tornam o desenvolvimento de software mais eficiente e produtivo.
  • Foi projetado com segurança em mente desde o início. Ele oferece recursos de segurança robustos, como verificação de tipos em tempo de compilação, gerenciamento de memória seguro e sandboxing para proteger contra ameaças de segurança.
  • É conhecido por sua eficiência e desempenho em ambientes de produção. A JVM otimiza o código Java em tempo de execução, o que resulta em um bom desempenho em uma ampla variedade de cenários de uso.

Pontos fracos:

  • Para iniciantes, Java pode ter uma curva de aprendizado inicial mais complexa devido à sua sintaxe detalhada. 
  • Overhead de memória e processamento em comparação com linguagens de mais baixo nível, pode afetar o desempenho em cenários de uso intensivo de recursos.
  • Embora a JVM forneça gerenciamento automático de memória por meio do coletor de lixo (garbage collector), os desenvolvedores ainda precisam estar cientes de questões relacionadas à alocação de memória e ciclos de vida dos objetos para evitar vazamentos de memória e otimizar o desempenho do aplicativo.

Usos: 

  • Java é extremamente comum no desenvolvimento de programas empresariais e de larga escala, especialmente aqueles que envolvem acesso e uso de bancos de dados ou de sistemas embarcados.
  • É a principal linguagem para desenvolvimento de aplicativos móveis Android, devido à sua portabilidade e segurança.

4. C 

Logo da linguagem de programação C

A linguagem C é uma das mais antigas e influentes, sendo desenvolvida originalmente por Dennis Ritchie na década de 1970 na Bell Labs. Sua criação se deu como uma evolução da linguagem B, que por sua vez baseia-se na linguagem BCPL.

Pontos fortes:

  • Eficiência e rapidez de execução, sendo uma escolha ideal para desenvolvimento de sistemas e aplicativos que exigem alto desempenho.
  • Oferece um controle granular sobre o hardware do sistema, permitindo otimizações específicas para diferentes arquiteturas.
  • Existe uma comunidade robusta de desenvolvedores de C em todo o mundo, o que significa amplo suporte, recursos e bibliotecas disponíveis para uso.

Pontos fracos:

  • Por ser uma linguagem de baixo nível, C requer lidar diretamente com detalhes do hardware, o que pode tornar o desenvolvimento mais complexo e propenso a erros.
  • O programador é responsável por alocar e liberar memória manualmente, o que pode levar a vazamentos de memória e erros difíceis de depurar.
  • Possui uma sintaxe mais complexa e requer um entendimento profundo de conceitos de programação e computação, tornando-a desafiadora para iniciantes.

Usos:

  • C possibilita desenvolver sistemas operacionais como Linux e Windows, devido à sua capacidade de interagir diretamente com o hardware do computador.
  • Aplica-se na criação de drivers de dispositivos, permitindo a comunicação entre o sistema operacional e o hardware de um dispositivo.
  • Usado em ferramentas como compiladores, depuradores e IDEs, devido ao equilíbrio entre desempenho e portabilidade que oferece.
  • Desenvolve sistemas embarcados, microcontroladores e firmware, que exigem controle preciso sobre o hardware e eficiência na execução.
  • Muitas bibliotecas e frameworks populares são em C ou têm interfaces em C para maximizar o desempenho, como a biblioteca padrão do C, que oferece funções para operações de baixo nível.

5. C++

Logo da linguagem de programação C++

C++ é uma linguagem de programação de propósito geral que combina programação procedural, orientada a objetos e genérica. Foi desenvolvida como uma extensão da linguagem C na década de 1980 pelo cientista da computação Bjarne Stroustrup.

Pontos fortes:

  • Assim como C, C++ oferece um alto nível de controle sobre o hardware do sistema, permitindo otimizações específicas para diferentes arquiteturas.
  • É conhecida por seu desempenho excepcional, tornando-a uma escolha popular para desenvolvimento de sistemas e aplicativos que exigem alto desempenho.
  • Combina recursos poderosos de programação genérica e orientada a objetos.

Pontos fracos:

  • Assim como C, C++ possui uma curva de aprendizado elevada devido à sua complexidade e variedade de recursos.
  • É uma linguagem complexa, com muitos recursos e conceitos que podem ser difíceis de dominar.
  • Apesar de ser menos proeminente do que em C, C++ ainda requer gerenciamento manual de memória em certos casos, o que pode levar a erros de vazamento de memória e bugs difíceis de depurar.

Usos:

  • C++ é uma escolha popular para o desenvolvimento de jogos devido ao seu desempenho e controle de hardware.
  • Devido à sua eficiência e controle de baixo nível, C++ é muito utilizado no desenvolvimento de sistemas embarcados e de tempo real.
  • Pode ser usada para desenvolver software de sistema, que inclui sistemas operacionais, drivers de dispositivos e outras ferramentas de software essenciais para o funcionamento de computadores e dispositivos eletrônicos.
  • Desenvolve uma variedade de aplicativos de desktop, desde editores de texto e softwares de design até aplicativos de produtividade e jogos.

6. C#

Logo da linguagem de programação C#

C# (C Sharp) é uma linguagem de programação moderna e versátil, desenvolvida pela Microsoft como parte da plataforma .NE e lançada em 2000 como concorrente direta do Java. Combina os recursos de linguagens como C++ e Java, oferecendo uma sintaxe elegante e poderosa para o desenvolvimento de uma ampla variedade de aplicativos para desktop, web e dispositivos móveis na plataforma Windows.

Pontos fortes:

  • Como parte do ecossistema .NET, tem acesso a uma vasta biblioteca de classes e recursos para o desenvolvimento rápido e eficiente de aplicativos.
  • Possui uma sintaxe limpa e intuitiva, tornando-a fácil de aprender e usar para desenvolvedores de diferentes níveis de experiência.
  • Suporta programação orientada a objetos com recursos avançados como herança, polimorfismo, encapsulamento e interfaces, facilitando a criação de código modular e reutilizável.
  • Muito utilizada para desenvolver aplicativos para a plataforma Windows, incluindo aplicativos de desktop, jogos e aplicativos universais do Windows (UWP).

Pontos fracos:

  • Embora seja possível desenvolver aplicativos multiplataforma com C# usando tecnologias como Xamarin, a linguagem é mais fortemente associada à plataforma Windows, o que pode limitar sua adoção em outros sistemas operacionais.
  • Para iniciantes, especialmente aqueles sem experiência prévia em programação, a curva de aprendizado pode ser íngreme devido à complexidade de alguns conceitos da linguagem e do ecossistema .NET.

Usos:

  • Desenvolvimento de aplicativos Windows, incluindo aplicativos de desktop e UWP.
  • Desenvolvimento de jogos com a Unity Engine.
  • Desenvolvimento de aplicativos web usando frameworks como ASP.NET.
  • Desenvolvimento de aplicativos móveis multiplataforma com Xamarin.

7. R

Logo da linguagem de programação R

R é uma linguagem de programação e ambiente de software para computação estatística e gráficos, criada por Ross Ihaka e Robert Gentleman em meados dos anos 90.

Pontos fortes:

  • Possui uma vasta coleção de pacotes estatísticos e ferramentas de visualização que abrangem uma ampla gama de técnicas analíticas e tipos de gráficos.
  • Apresenta flexibilidade e poder estatístico, oferecendo uma ampla gama de funções e métodos para análise de dados e modelagem estatística.
  • Tem uma comunidade ativa e vasto suporte online.

Pontos fracos:

  • Curva de aprendizado íngreme para iniciantes.
  • É uma linguagem com um nicho bem definido (análise e visualização de dados), tendo pouca presença fora deste domínio.

Usos: 

  • R é uma escolha popular entre estatísticos e cientistas de dados para análise estatística e visualização de dados.
  • Com uma vasta gama de pacotes estatísticos e ferramentas de visualização, R é uma escolha comum para análise de dados e modelagem estatística.

8. PHP

Logotipo PHP

Criada por Rasmus Lerdorf em 1994, PHP é uma linguagem de programação de uso geral, especialmente adequada para o desenvolvimento web.

Pontos fortes:

  • É uma das linguagens mais utilizadas para o desenvolvimento web, com uma grande comunidade de desenvolvedores e uma ampla base de usuários.
  • Possui recursos integrados que facilitam a conexão e manipulação de bancos de dados, como MySQL, PostgreSQL e SQLite.
  • Grande variedade de frameworks e bibliotecas disponíveis.

Pontos fracos:

  • Sintaxe inconsistente e desorganizada, o que pode tornar o código difícil de ler e manter, especialmente em projetos maiores e mais complexos.
  • Não possui tantas medidas de segurança integradas quanto algumas outras linguagens de programação.
  • Escalabilidade limitada para projetos de grande porte em comparação com soluções mais modernas.

Usos: 

  • PHP é uma linguagem de script amplamente utilizada para desenvolvimento web, especialmente em sites dinâmicos e aplicativos web.
  • Atualizações recentes da linguagem e frameworks como Laravel ajudaram a modernizar a linguagem, tornando-a uma alternativa viável a outras linguagens web como JavaScript.

9. Ruby

Logo da linguagem de programação Ruby

Criada por Yukihiro Matsumoto em meados da década de 1990, Ruby é uma linguagem de programação interpretada e de alto nível, conhecida por sua simplicidade e produtividade.

Pontos fortes:

  • Simplicidade e expressividade da sintaxe, facilitando o desenvolvimento e a leitura do código.
  • Framework Ruby on Rails, que oferece uma arquitetura robusta para o desenvolvimento rápido de aplicativos web.
  • Grande comunidade e ecossistema de bibliotecas e gemas (gems) para facilitar o desenvolvimento de diversos tipos de projetos.

Pontos fracos:

  • Desempenho inferior em comparação com outras linguagens de programação devido à sua natureza interpretada.
  • Curva de aprendizado íngreme para iniciantes devido às várias convenções e peculiaridades da linguagem.
  • Menos utilização em áreas fora do desenvolvimento web em comparação com outras linguagens de propósito geral.

Usos:

  • Ruby é conhecido pelo framework Ruby on Rails, muito utilizado para o desenvolvimento rápido de aplicativos web com uma arquitetura robusta.

10. Swift

Logo da linguagem de programação Swift

Swift é uma linguagem de programação desenvolvida pela Apple em 2014 como uma alternativa mais moderna ao Objective-C para desenvolvimento de aplicativos iOS, macOS, watchOS e tvOS. Foi projetada para ser mais segura, rápida e fácil de usar, oferecendo uma sintaxe mais limpa e moderna.

Pontos fortes:

  • Swift é projetada com foco na segurança, incorporando recursos como optionals para lidar com valores nulos de forma mais segura e prevenir erros de runtime.
  • Altamente otimizada para oferecer desempenho excepcional, Swift garante uma execução rápida de aplicativos.
  • Com uma sintaxe mais limpa e expressiva, Swift torna o desenvolvimento de aplicativos mais intuitivo e eficiente.
  • É totalmente interoperável com o Objective-C, permitindo que os desenvolvedores usem bibliotecas existentes e migrem gradualmente para Swift.
  • Possui uma comunidade ativa de desenvolvedores e uma ampla gama de recursos de aprendizado disponíveis.

Pontos fracos:

  • Para desenvolvedores acostumados com outras linguagens, como Objective-C, a transição para Swift pode exigir algum tempo para se familiarizar com sua sintaxe e recursos exclusivos.
  • Embora Swift tenha crescido significativamente desde o seu lançamento, seu ecossistema ainda pode não ser tão vasto quanto outras linguagens mais estabelecidas, como Java ou Python.

Usos:

  • Swift é a linguagem padrão para o desenvolvimento de aplicativos iOS e oferece suporte completo para os recursos e APIs da plataforma.
  • Com a convergência de plataformas da Apple, Swift também desenvolve aplicativos para macOS.
  • É a escolha ideal para criar aplicativos para Apple Watch e Apple TV, aproveitando os recursos específicos dessas plataformas.
  • Com o framework ARKit da Apple, Swift cria experiências imersivas de realidade aumentada em dispositivos iOS.

Como escolher qual linguagem de programação aprender?

As 10 linguagens de programação que citamos acima são apenas algumas das muitas disponíveis hoje, sendo que cada uma tem suas próprias características, vantagens e casos de uso específicos. Portanto, a escolha da linguagem certa para você depende dos requisitos do projeto, das suas preferências pessoais e do contexto de desenvolvimento, como veremos a seguir.

Aqui estão alguns dos principais fatores para se considerar na hora da escolha:

Objetivos de carreira

Definir claramente seus objetivos profissionais é essencial para orientar a escolha da linguagem de programação mais adequada. Dependendo da sua aspiração de carreira, certas linguagens podem ser mais benéficas do que outras, por exemplo:

  • Desenvolvedor de software: se você deseja seguir uma carreira como desenvolvedor de software em grandes empresas, linguagens como Java, C# e C++ são as mais utilizadas e oferecem oportunidades abundantes no mercado de trabalho. Dependendo dos requisitos do trabalho, algumas empresas podem também utilizar JavaScript, Python, Ruby ou outras linguagens de programação
  • Desenvolvedor web: na área de desenvolvimento web, JavaScript é a linguagem predominante, especialmente em função da grande gama de bibliotecas disponíveis. PHP, Ruby (especialmente com o framework Ruby on Rails) e Python são outras linguagens que também estão presente no ambiente web, ainda que em menor escala.
  • Analista de dados: para aqueles interessados em analisar dados e extrair insights valiosos, linguagens como Python e R são altamente recomendadas devido às suas robustas bibliotecas de análise de dados e visualização.
  • Cientista de dados: se seu objetivo é trabalhar com modelagem estatística avançada e machine learning, Python e R são as linguagens mais populares e bem-sucedidas nesta área, oferecendo uma ampla gama de bibliotecas e ferramentas especializadas.
  • Engenheiro de dados: para profissionais focados em projetar e construir infraestruturas de dados escaláveis e eficientes, linguagens como Python, Java e Scala são comumente utilizadas, juntamente com tecnologias como Hadoop e Spark.
  • Automação de tarefas: mesmo se você não planeja seguir uma carreira de programador, aprender a programar pode ser extremamente útil para automatizar tarefas repetitivas e criar sistemas de pequeno a médio porte. Nesse caso, Python é particularmente acessível e útil devido à sua facilidade de aprendizado e ampla gama de bilbiotecas, que permitem automatizar diferentes processos e tarefas.

Demanda do mercado

Pesquise as tendências do mercado de trabalho para identificar as linguagens de programação mais demandadas pelos empregadores na área em que deseja atuar. Escolher uma linguagem em alta demanda pode aumentar suas chances de conseguir um emprego, ter um bom salário e avançar na carreira.

Facilidade de aprendizado

Considere a facilidade de aprendizado da linguagem, especialmente se você for um iniciante na programação. Linguagens como Python e JavaScript são conhecidas por sua sintaxe simples e legibilidade, o que as torna mais acessíveis para iniciantes.

Versatilidade

Considere a versatilidade da linguagem e suas capacidades de adaptação a uma variedade de projetos e domínios. Linguagens como Python e Java são conhecidas por sua versatilidade e são amplamente utilizadas em uma variedade de aplicações, desde desenvolvimento web até ciência de dados e automação.

Desempenho

Para projetos que exigem alto desempenho e eficiência, como jogos ou aplicativos de sistema, é importante considerar o desempenho da linguagem. C++, por exemplo, é conhecida por sua alta performance e frequentemente escolhida para esses tipos de projetos.

Conclusão

Vimos que cada linguagem tem suas próprias características, vantagens e aplicações. Portanto, a escolha de qual linguagem de programação aprender depende dos seus objetivos e interesses, pois existe linguagem para todo tipo de contexto. 

Porém, é importante lembrar que a escolha da linguagem de programação é apenas o primeiro passo em sua jornada como programador ou entusiasta da programação. Independentemente da linguagem que você escolher, o mais importante é se dedicar ao aprendizado contínuo, praticar regularmente e buscar projetos desafiadores que o ajudem a expandir suas habilidades e conhecimentos.

Além disso, não se preocupe em escolher a “linguagem perfeita” desde o início. À medida que você ganha experiência e familiaridade com uma linguagem, será mais fácil aprender outras no futuro, e você poderá adaptar suas habilidades conforme suas necessidades e interesses mudam ao longo do tempo.

Curso Gratuito

Curso gratuito de Python

Do zero ao primeiro projeto em apenas 2 horas

Criar conta gratuita

Comentários

Comentar
Você tem o Acesso Básico.
Libere seu acesso ao suporte dos professores Garanta seu acesso PRO para tirar todas suas dúvidas com nossa equipe.
Seja PRO