Criando Gráficos de Distribuição com Seaborn em Python

Ana Maria Gomes
5 minutos de leitura

Conteúdos do tutorial

Se você está começando a sua jornada no mundo da programação em Python e deseja entender melhor como os dados estão distribuídos em seu conjunto de dados, você veio ao lugar certo! Neste tutorial, vamos explorar como criar gráficos de distribuição utilizando a biblioteca Seaborn, uma ferramenta poderosa e amigável para visualização de dados em Python.

Introdução ao Seaborn

Seaborn é uma biblioteca de visualização de dados em Python baseada no Matplotlib. Ela fornece uma interface de alto nível para desenhar gráficos estatísticos atraentes e informativos. Com Seaborn, você pode gerar uma variedade de gráficos com poucas linhas de código, o que é ideal para quem está começando.

Instalando o Seaborn

Antes de começarmos a criar nossos gráficos, precisamos garantir que a biblioteca Seaborn esteja instalada em nosso ambiente Python. Para instalar o Seaborn, você pode usar o seguinte comando no seu terminal ou prompt de comando:

pip install seaborn

Criando um Gráfico de Distribuição Simples

Vamos começar com um exemplo simples de um gráfico de distribuição, também conhecido como histograma. Este tipo de gráfico é útil para visualizar a frequência de diferentes intervalos de valores em um conjunto de dados.

import seaborn as sns
import matplotlib.pyplot as plt

# Carregando um conjunto de dados exemplo
tips = sns.load_dataset('tips')

# Criando um histograma da coluna 'total_bill'
sns.distplot(tips['total_bill'])

# Adicionando um título ao gráfico
plt.title('Distribuição do Valor Total da Conta')

# Exibindo o gráfico
plt.show()
Gráfico de Distribuição

Personalizando o Histograma

Podemos personalizar nosso histograma de várias maneiras. Por exemplo, podemos remover a curva KDE (Kernel Density Estimate) que estima a distribuição de probabilidade dos dados.

sns.distplot(tips['total_bill'], kde=False, bins=30)
plt.title('Distribuição do Valor Total da Conta - Sem KDE')
plt.show()
Personalizando o Histograma

Adicionando Legendas e Personalizando Cores

Para adicionar legendas e personalizar as cores do nosso gráfico, podemos utilizar os parâmetros label e color.

sns.distplot(tips['total_bill'], label='Total da Conta', color='magenta')
plt.legend()
plt.title('Distribuição do Valor Total da Conta com Legenda')
plt.show()
Personalizando Cores

Gráficos de Distribuição Bivariados

Seaborn também permite criar gráficos de distribuição bivariados, que mostram a relação entre duas variáveis. Um exemplo é o jointplot.

sns.jointplot(x='total_bill', y='tip', data=tips, kind='scatter')
plt.suptitle('Relação entre Valor Total da Conta e Gorjeta', y=1.02)
plt.show()
Gráficos de Distribuição Bivariados

Conclusão

Com Seaborn, criar gráficos de distribuição em Python é uma tarefa simples e direta. Você pode facilmente explorar seus dados e obter insights valiosos com visualizações atraentes. Lembre-se de que a prática leva à perfeição, então continue experimentando com diferentes tipos de gráficos e personalizações para se tornar proficiente em visualização de dados com Seaborn.

Esperamos que este tutorial tenha sido útil para você começar a criar seus próprios gráficos de distribuição com Seaborn. Continue explorando e visualizando seus dados com confiança!

Inscreva-se gratuitamente e fique atualizado

Receba toda semana um resumo dos principais conteúdos da Asimov direto no seu e-mail. 100% livre de spam.

Áreas de interesse: