Como criar Boxplots com Python

Ana Maria Gomes
5 minutos de leitura

Conteúdos do tutorial

Você já ouviu falar em boxplot? Se você está começando a se aventurar pelo mundo da programação em Python e quer aprender a visualizar dados de uma forma simples e eficaz, você veio ao lugar certo. Neste tutorial, vamos explorar o que é um boxplot, como ele pode ser útil na análise de dados e, claro, como você pode criar boxplots utilizando Python. Vamos lá?

O que é um Boxplot?

Imagine que você está analisando uma série de dados, como a altura de um grupo de pessoas, e quer entender melhor como esses dados estão distribuídos. Você poderia listar todos os valores, mas isso não seria muito prático, certo? É aí que entra o boxplot, também conhecido como diagrama de caixa.

O boxplot é uma ferramenta gráfica que permite visualizar a distribuição de dados numéricos e identificar rapidamente a mediana, os quartis e os valores atípicos (outliers) de um conjunto de dados. Em outras palavras, ele nos dá uma visão geral da centralidade e dispersão dos dados.

Criando seu Primeiro Boxplot com Python

Para criar um boxplot em Python, vamos utilizar a biblioteca Seaborn, que é uma das mais populares para visualização de dados. Se você ainda não tem a Seaborn instalada, você pode facilmente instalar utilizando o pip:

pip install seaborn

Agora, vamos ao código. Primeiro, importe as bibliotecas necessárias:

import seaborn as sns
import matplotlib.pyplot as plt

Suponha que temos uma lista de anos de experiência de programadores e queremos visualizar essa informação. Aqui está como você pode fazer isso:

# Lista de anos de experiência
anos_experiencia = [1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 15, 20]

# Criando o boxplot
sns.boxplot(x=anos_experiencia)

# Exibindo o gráfico
plt.show()
Como criar boxplots com python

E pronto! Você criou seu primeiro boxplot. Mas o que exatamente estamos vendo aqui?

Interpretando o Boxplot

O boxplot é composto por uma “caixa”, que vai do primeiro quartil (Q1) ao terceiro quartil (Q3), e uma “linha” dentro da caixa, que representa a mediana dos dados. Os “bigodes” se estendem até o menor e maior valor dentro do intervalo aceitável (3.0 vezes o intervalo interquartil acima de Q3 e abaixo de Q1), e qualquer ponto fora disso é considerado um outlier.

Personalizando seu Boxplot

A beleza do boxplot está na sua simplicidade e na capacidade de personalização. Por exemplo, você pode querer mostrar os outliers ou mudar a orientação do boxplot. Veja como você pode fazer isso:

# Criando o boxplot com outliers e orientação horizontal
sns.boxplot(x=anos_experiencia, whis=3.0, orient='h')

# Exibindo o gráfico
plt.show()
Como criar boxplots com python

No exemplo acima, o parâmetro whis é usado para definir o alcance dos bigodes e orient='h' muda a orientação do boxplot para horizontal.

Conclusão

Agora que você aprendeu o básico sobre boxplots e como criá-los com Python, você está pronto para começar a explorar seus próprios conjuntos de dados. Lembre-se de que a prática leva à perfeição, então não hesite em experimentar diferentes configurações e estilos para seus boxplots. Com o tempo, você se tornará cada vez mais confortável com essa poderosa ferramenta de visualização de dados. Boa análise!

Inscreva-se gratuitamente e fique atualizado

Receba toda semana um resumo dos principais conteúdos da Asimov direto no seu e-mail. 100% livre de spam.

Áreas de interesse: