Variáveis Globais em Python

Juliano Faccioni
4 minutos de leitura

Conteúdos do tutorial

As variáveis globais em Python são acessíveis em qualquer parte do seu código, ou seja, elas têm um escopo global. Isso significa que uma vez definida, a variável pode ser lida ou modificada por qualquer parte do seu programa. No entanto, o uso de variáveis globais deve ser feito com cautela, pois pode levar a problemas de design e dificultar a manutenção do código. Neste tutorial, vamos explorar como trabalhar com variáveis globais em Python e algumas práticas recomendadas.

O que são Variáveis Globais?

Variáveis globais são definidas no nível superior do código Python, fora de qualquer função ou classe. Elas são acessíveis de qualquer lugar no seu script, incluindo dentro de funções e classes. Por exemplo:

variavel_global = "Eu sou global!"

def minha_funcao():
    print(variavel_global)

minha_funcao()  # Saída: Eu sou global!
Testar

Modificando Variáveis Globais

Para modificar uma variável global dentro de uma função, você deve usar a palavra-chave global antes de usar a variável. Isso indica ao Python que você está se referindo à variável global, não a uma variável local com o mesmo nome.

contador = 0

def incrementar_contador():
    global contador
    contador += 1

incrementar_contador()
print(contador)  # Saída: 1
Testar

Riscos das Variáveis Globais

O uso de variáveis globais pode tornar o código menos previsível e mais difícil de depurar. Se uma variável global é modificada em muitos lugares diferentes, pode ser desafiador rastrear onde e por que seu valor está mudando. Além disso, variáveis globais podem causar conflitos de nomes e dificultar a reutilização de código.

Boas Práticas

  1. Minimize o uso de variáveis globais: Tente usar variáveis locais sempre que possível e passe variáveis como parâmetros para funções.
  2. Use constantes para valores que não mudam: Se você precisa de um valor global que não será alterado, considere usar uma constante (em Python, geralmente definida em letras maiúsculas).
  3. Encapsulamento com classes: Use classes para encapsular variáveis e métodos relacionados, o que pode ajudar a manter o escopo das variáveis mais controlado.
  4. Documentação: Se você precisar usar uma variável global, documente claramente seu propósito e como ela deve ser usada no código.

Conclusão

Variáveis globais podem ser úteis, mas seu uso indiscriminado pode levar a um código confuso e propenso a erros. Ao seguir as práticas recomendadas e usar variáveis globais com moderação, você pode manter seu código Python limpo, modular e fácil de manter. Lembre-se de que um bom design de software muitas vezes envolve encontrar alternativas para evitar o uso excessivo de variáveis globais.

Inscreva-se gratuitamente e fique atualizado

Receba toda semana um resumo dos principais conteúdos da Asimov direto no seu e-mail. 100% livre de spam.

Áreas de interesse: