Entendendo o Uso do self em Python

Ana Maria Gomes
4 minutos de leitura

Conteúdos do tutorial

O self é um dos conceitos mais intrigantes para quem está começando a programar em Python, especialmente para aqueles que vêm de outras linguagens de programação. Neste artigo, vamos desvendar o mistério por trás do self e entender como e por que ele é usado em Python.

O que é o self?

Em Python, self é uma referência à instância atual da classe e é usado para acessar variáveis que pertencem à classe. Ele atua como um ponteiro para a instância da classe que está sendo executada no momento. Em outras palavras, self representa o objeto ou a instância de uma classe.

Por que usar o self?

O uso do self é necessário para acessar atributos e métodos da classe dentro de seus métodos. Isso é importante para diferenciar entre métodos e atributos de instância e métodos e atributos de classe.

Como é feito o uso do self em Python?

O self é usado em vários lugares dentro de uma classe:

Na definição de métodos

Quando definimos um método dentro de uma classe, o primeiro parâmetro do método é sempre self, embora ele não seja passado explicitamente ao chamar o método.

class MinhaClasse:
    def metodo_exemplo(self):
        # Faz algo com o objeto
        pass

Para acessar atributos e métodos da instância

O self é usado para acessar atributos e métodos da instância da classe.

class MinhaClasse:
    def __init__(self, valor):
        self.meu_atributo = valor

    def metodo_exemplo(self):
        # Acessa o atributo da instância
        print(self.meu_atributo)

Dentro de métodos especiais

O self também é usado dentro de métodos especiais, como __init__, que é o construtor da classe.

class MinhaClasse:
    def __init__(self, valor):
        self.meu_atributo = valor

Exemplo Prático

Vamos ver um exemplo prático de como o self é usado em uma classe em Python.

class Carro:
    def __init__(self, marca, modelo):
        self.marca = marca
        self.modelo = modelo

    def exibir_detalhes(self):
        print(f'Marca: {self.marca}')
        print(f'Modelo: {self.modelo}')

# Criando uma instância da classe Carro
meu_carro = Carro('Toyota', 'Corolla')

# Chamando o método exibir_detalhes
meu_carro.exibir_detalhes()

Neste exemplo, self é usado para acessar os atributos marca e modelo da instância meu_carro da classe Carro.

Conclusão

O self é um aspecto fundamental da programação orientada a objetos em Python. Ele permite que os métodos e atributos sejam chamados corretamente em relação à instância da classe. Compreender o self é essencial para trabalhar com classes e objetos em Python, e esperamos que este artigo tenha ajudado a esclarecer como ele funciona e por que é usado. Continue praticando e explorando exemplos para se tornar mais confortável com este conceito!

Inscreva-se gratuitamente e fique atualizado

Receba toda semana um resumo dos principais conteúdos da Asimov direto no seu e-mail. 100% livre de spam.

Áreas de interesse: